Salvador das Missões, sábado, 24 de fevereiro de 2024. Bom dia!
MENU ☰
COMPRE ON-LINE
Abrir cotações e previsão do tempo
COTAÇÕES
Atualizado: 23/02/2024
Válida até às 15h
Soja
R$ 106,00
Bonificação Safras Anteriores: R$ 1,50
Bonificação Safra 2022: R$ 2,00
Biodiesel: R$ 1,20
Milho
R$ 50,00
Trigo
R$ 63,00
PH 78
Sem previsão de chuva
MIN
º
MÁX
º

Atos e Ações que fazem a diferença

Publicado em 12/06/2010 por Adriel Schardong

O crescimento da Cooperoque em todos os seus setores, torna vitais e necessários investimentos constantes. Dentre os principais fatores desse ascendente, destacamos as últimas excelentes colheitas de milho, trigo e soja. Aliado ainda à fidelidade dos nossos sócios e à crescente procura de produtores novos para fazer parte de nosso seleto grupo de associados.

Faz também a diferença nessa hora, o trabalho histórico desenvolvido pela Cooperativa, de direcionar os investimentos a todos os segmentos agrícolas, buscando sempre agregar valor e renda aos associados. Temos políticas de preços de insumos e serviços atrativos e os produtos agrícolas (soja, milho, trigo, leite), têm remuneração diferenciada e garantia de comercialização, com pagamento a vista. Possuímos equipe estruturada de profissionais no departamento técnico, que faz acompanhamento na propriedade a todos os produtores, sem custos. São somente algumas das vantagens que o associado sabe e reconhece que oferecemos. O maior exemplo de que somos e fazemos melhor e diferente é a nossa política no setor tritícola. É nosso compromisso produzir quantidade, qualidade e principalmente renda aos produtores. Isso só é possível em empresas onde acima de tudo há planejamento e envolvimento com a causa do produtor. Pagar R$ 29,80, à vista para 100% da produção não é pouca coisa, quando o mercado pagava algo em torno de R$ 22,00. Os resultados são colhidos nas safras de soja e milho, haja visto que nas últimas dobramos o recebimento das culturas. No milho, saímos de uma produção na safra anterior de 90.000 sacos para 203.000 sacos em 2009, pagando R$ 18,00 a vista, enquanto o mercado pagou uma média de R$ 14,00 o saco. No soja saímos de uma produção de 300.000 sacos na safra 2009 para 600.000 sacos na safra atual. Essas diferenças pagas a mais ao produtor representam nada mais nada menos que R$ 3.500.000,00 pagos ao produtor e injetados a mais na economia da região.

Ler mais notícias

Esse site usa cookies.

Nós armazenamos dados temporariamente para melhorar a sua experiência de navegação e recomendar conteúdos do seu interesse. Ao utilizar o serviço, você concorda com este monitoramento.

Para mais informações, acesse a Política de Privacidade.